Itália

Em Pisa, a ver se a torre é mesmo inclinada

11/06/2011

Pisa, Itália

Gosto de imaginar as grandes mentes do passado. Gosto de lhes seguir os passos, de estar onde estiveram, de sentir o que sentiram…

Admiro Galileu Galilei! Génio inigualável, que não se deixou prender pelas vulgariadades e ousou sonhar e olhar mais além do que os ditames da época lhe permitiam.

A ousadia foi tal que se viu julgado na roda da inquisição na Igreja de Santa Maria sopra Minerva, deixando uma das frases mais famosas da história da ciência: Epur si Muove! (a este episódio voltaremos mais tarde quando estivermos em Roma)

E pur si Muove! E, no entanto, move-se!

Conta a história – que dificilmente deixará de ser confundida com a lenda – que Galilei Galilei tentava a todo custo contrariar a teoria de Aristóteles, segundo a qual a velocidade de queda de um corpo é proporcional à sua massa. Para o génio de Pisa, a massa de um corpo não tem qualquer influência na velocidade de queda.

Para o demonstrar, Galileu terá subido ao topo da Torre de Pisa, por sinal já inclinada na altura, e lançado duas bolas com 10 kg e 100g, respectivamente. Segundo o experimento, a velocidade da descida das duas bolas era independente da sua massa, isto é, chegavam ao solo ao mesmo tempo.

Pisa, Itália

 

Quando atravesso a Piazza dei Miracoli, no coração de Pisa, paro, escuto e olho… paro para me fazer acreditar na verdadeira inclinação da torre, escuto o espanto genuíno das centenas de pessoas admiram a grandiosidade do espaço e olho para a quantidade de pessoas que num gesto acertado para a fotografia, fingem tentar inclinar a torre de Pisa. E que obra seria essa…

Construída no século XII foi projetada para abrigar o sino da catedral da cidade de Pisa.

Quando três dos oitos andares da Torre estavam prontos, notou-se uma ligeira inclinação em razão de uma depressão, pois tinha sido edificada sobre terreno arenoso e também acima de um lençol de água, e por isso inclinava-se lentamente.

Em 1990, uma avaliação de engenheiros indicou que ela corria o perigo de cair de vez, chegou a ficar inclinada 4,5 metros em relação a seu eixo original.

Pisa, Itália

O Rio Arno que nasce nos Apeninos e atravessa a região da Toscana, percorre 241 km e passa por Florença e Pisa antes de desaguar no Mar Tirreno.

Dicas de viagem: Pisa

Como chegar?

Pisa é uma cidade pequena que se visita em algumas horas. É facilmente acessivel através de comboio desde Florença (viagem: 1h – vários comboio por hora – preço: €5,8 ).

O aeroporto que serve a cidade recebe voos lowcost desde Portugal – www.ryanair.com – pelo que, será um boa aposta para entrar em Itália e depois seguir viagem até Florença e depois Roma.

Mover-se na cidade

Pisa é uma cidade pequena, pode percorrer-se, facilmente, a pé.

Alojamento

Comentários

Comentários

You Might Also Like

1 Comment

  • Reply sandra 26/06/2011 at 20:07

    Acreditem que vale a pena…

  • Este artigo foi escrito para si. Se gostou, comente...