África, Marrocos, Marrocos, as cores quentes de África

Deserto do Saara, em Marrocos

22/09/2011

Os marroquinos parecem ter família em todo o lado, principalmente quando chega a hora de fazer negócio. Faz parte do seu código genético negociar e raramente não conhecem alguém que responde, quase na perfeição, às nossas necessidades, seja família, amigo ou apenas desconhecido. É incrível. Bem, mas estava a dizer que os marroquinos têm família em todo o lado, do deserto à montanha. Neste país gigante, anda sempre gente de um lado para o outro, percorrer milhares de km sem se queixarem das estradas, mas, de igual forma, sem se queixarem das parcerias público-privadas.

Vem isto a propósito porque, quando o nosso guia em Todra soube que nos dirigíamos para o deserto, não descansou enquanto não nos colocou em contacto com um seu primo que tem um hostel em Merzouga e também organiza viagens de dromedário.

Deserto do Saara

Hassan, o nosso anfitrião no Deserto do Saara

E, numa chamada, ao tal primo – Hassan -, que mais tarde viríamos a conhecer, tínhamos camelos, habitação e comida por um preço bastante aceitável.

Como Hassan tinha de se deslocar a Erfoud, combinámos encontrarmo-nos lá, a cerca de 45 min de viagem de Merzouga e das dunas de Erg Chebbi. Pergunto ao Hassan como vamos até lá e se não será melhor telefonamo-nos antes para confirmar. Nada disso: às 15h ao pé da placa que indica a cidade de Erfoud, nem mais, nem menos. E a essa hora, depois de 3 h de viagem, lá estávamos nós, e também Hassan.

Camelos no Deserto do Saara

A trupe que nos ia carregar 🙂

Este seria o ponto alto da viagem: o deserto do Saara.

Tínhamos planeado ficar apenas um dia por Merzouga, mas a verdade é que acabamos por ficar 2 dias. Merzouga é a porta do Saara, uma vila nas encostas das dunas de Erg Chebbi, a cerca de 30 km da fronteira com a Argélia.

Por cautela, tinha perguntado ao Hassan, no primeiro telefonema, como estava o tempo em Merzouga, uma vez que temos visto várias tempestades de areia. Está divinal, lembro que ele me disse.

Mas o tempo mudou muito, e assim que chegámos levantou-se uma tempestade de arei que obrigou a adiar os nossos planos. Decidimos ficar mais um dia.

As dunas de Erg Chebbi, em contraste com o deserto negro.

À noite, depois de um banho reconfortante, Hassan leva-nos a uma casa de Gnaoua, música tradicional marroquina, no meio do Deserto do Saara. Os músicos estão há várias gerações em Marrocos, mas os seus antepassados eram do Mali. Tocam uma música e o whisky berbere leva qualquer um ao transe…

Músicos tocando e dançando Gnaoua

Na manhã seguinte, seguindo a proposta de Hassan, fomos cruzar as dunas de 4×4, fazer o antigo percurso do Paris-Dakar e atravessa um pouco do deserto negro.

Adivinhava-se um sol aterrador. O céu estava limpo e as dunas de Erg Chebbi estavam, a esta hora da manhã, amareladas. À medida que o sol sobe até ao zénite, as dunas vão perdendo cor rosada que as caracteriza.

Ao longe, explica-nos Hassan, é a fronteira com a Argélia, que se encontra encerrada. Hassan nunca esteve fora de Marrocos, mas já pairou várias vezes por aquelas bandas.

A velocidade do 4×4 a cruzar o deserto do saara trazia sensações novas, desconhecidas. O vento quente que nos dava na cara obrigava a semi-cerrar os olhos.

Jaima – Tenda característica dos povos nómadas marroquinos.

Circulámos Erg Chebbi. Na parte oeste viam-se várias famílias de nómadas que, rotineiramente, se dedicavam às tarefas do dia. Causa espante ver como vivem, nos dias que correm. O pão é feito num buraco na terra, a água transportada dos poços a km de distância… vida simples, vida dura!

Jaima no Deserto do Sahara

Jaima – Tenda característica dos povos nómadas marroquinos.

Também aqui já chegou a energia solar, contributo de uma ONGD local.

As crianças, acorriam à nossa passagem. Por aqui, outrora, passou um dos mais famosos ralis do mundo – Paris-Dakar.

Crianças que acorrem à nossa passagem

Parámos, literalmente, para dar de beber aos camelos. Faz parte da cultura marroquina, de ajuda ao próximo. Mas, a verdade, é que à nossa volta só víamos camelos, palmeiras, cascalho negro e dunas.

Camelos, palmeiras, areia… enfim, o Deserto do Saara!

Já antes referimos que os marroquinos aparecem “do nada”. Mas tínhamos parado o 4×4 quando três crianças, trouxa à costas, se plantam no chão com as suas bugigangas para venda.  Sou sincero, custa resistir a tanta genuinidade…

Crianças vendendo bugigangas

Crianças vendendo bugigangas

Dar água aos camelos

Comentários

Comentários

You Might Also Like

2 Comments

  • Reply Omar Bakabou 23/06/2014 at 10:33

    Viagens em marrocos oferece uma grande variedade de passeios marroquino incluindo passeios culturais, Desert Tours , Mountain Tours, Praia Tours excursaoes no deserto do saara . toure cidades imperiais e ait ben haddou, , deserto saara, dicas de viagem, gorge du dades, gorge du todra, marrakech passeio, marrakesh passeio, marraquexe passeio, marrocos, merzouga, morocco, o que fazer marrakech, o que fazer marrakesh, o que fazer marraquexe, o que fazer marrocos, ouarzazate, passeio deserto, passeio saara, roteiro marrocos, viagem deserto, viagem marrocos muito mais . o passeio de ônibus lotado e vêm ter um diferente aventura em seu lugar. Viagens-em-marrocos.com, um familiar empresa de transporte convida você a explorar e experimentar Marrocos em um de nossos veículos 4×4.para mais informacoes contata-nos http://www.viagens-em-marrocos.com

  • Reply Mohamed Deserto 23/05/2015 at 14:15

    http://www.MaroccoEscursioni.com Viagens e turismo empresa de transporte foi criado e gerido por uma equipa profissional que tem uma vasta experiência na organização de viagens. Mais de 14 anos, oferecemos viagens para o indivíduo e facilitar a sua viagem para o Marrocos, com excelentes serviços durante sua estadia em Marrocos atrás
    http://www.maroccoEscursioni.com Nosso Companhia turismo tem sido líder de mercado oferecendo passeios e excursões de Marrakech nas melhores condições com preços razoáveis. Hoje continuamos nosso compromisso e oferecendo um dos melhores serviços, marketing e oferecendo aos nossos passeios e excursões 4 × 4 no deserto com preços justos.
    Propomos passeios de um dia: excursão para Essaouira, Imlil Tour e as montanhas do Atlas, Ait benhaddou turnê, Cachoeiras de Ouzoud circuitos tanto quanto vários dias atrás, o deserto do Saara e do grande sul marroquino: Ouarzazate, Zagora, dunas circuito Merzouga e Marrakech para Fes via Erg Chebbi em Merzouga com passeio de camelo e passar uma noite inesquecível no acampamento nômade no deserto.

  • Este artigo foi escrito para si. Se gostou, comente...