Alemanha

Memorial do Holocausto, em Berlim

14/07/2013

memorial do holocausto

O Memorial aos Judeus Mortos da Europa (em alemão: Denkmal für die ermordeten Juden Europas) é um memorial em Berlim dedicado aos judeus, vítimas do Holocausto. Projetado pelo arquiteto Peter Eisenman, o memorial consiste numa área de 19.000 metros quadrados coberta com 2.711 blocos de betão (“stelae”).

De acordo com o texto do projeto de Eisenman, os blocos são desenhados para produzir uma intranquilidade, um clima de confusão e a escultura toda ajuda a representar um sistema supostamente ordenado e que perdeu o contato com a razão humana. Porém, outros entendem que o projeto representa uma aproximação radical ao conceito tradicional de um memorial, em parte porque Eisenman não usou nenhum simbolismo.

A construção do memorial do holocausto teve início em 1 de abril de 2003 e foi concluída em 15 de dezembro de 2004. Foi inaugurado em 10 de maio de 2005 e aberto ao público em 12 de maio do mesmo ano. Localiza-se a sul das Portas de Brandemburgo, numa zona onde passava o muro, conhecida como a “zona da morte”.

Por baixo do Monumento ao Holocausto, existe uma edifício subterrâneo com cerca de 800 metros quadrados chamada de “Local da Informação” (ou Ort der Information em alemão). Neste espaço, de acesso gratuito, existe um conjunto de informação interativa e de documentos sobre a perseguição e o extermínio dos judeus. Este espaço de informação está aberto das 10:00 as 20:00hs, nos meses de abril a setembro e das 10:00 as 19:00hs, de outubro a março. Às segunda-feiras está fechado. Existem audioguias que nos ajudam a percorrer a história da perseguição ao povo judeu.

[box]

Endereço:

Cora-Berliner-Straße 1 – Tiergarten, 10117 Berlim

Como Chegar:

S-Bahn: Linhas S1, S2, S25, estação S+U Brandenburger Tor

U-Bahn: Linha U55, estação S+U Brandenburger Tor

Autocarro: Linha 200, paragem Behrenstr./Wilhelmstr.; Linha TXL, paragem S+U Brandenburger Tor; Linhas 100 e M85, paragem Reichstag/Bundestag

Entrada gratuita

[/box]

Comentários

Comentários

You Might Also Like

No Comments

Este artigo foi escrito para si. Se gostou, comente...