Carreira da Índia, Dicas, India

Crónicas de uma viagem à Índia

24/07/2013
Taj Mahal another view

Crónicas de uma aventura pela Índia, contada a dois, por Sérgio Lopes e Sandra Saraiva

A Índia é um país único, ou melhor um sub-continente. É um local onde tudo pode acontecer, mas também onde tudo, mas mesmo tudo, tem sempre uma solução. Entre comboio, autocarro, riquexó, metro, barco, etc… fizemos mais de 5 mil km, comemos e dormimos em sítios estranhos e por onde passámos encontrámos gente genuína, fizemos amigos e fomos falando de Portugal… (país que muita pouca gente conhecia).

Apresentamos aqui todos as nossas crónicas e alguns posts sobre a preparação da viagem. Grande parte destas crónicas estão também disponíveis nos diários de viagem da Revista Visão. Visite também a nossa página do Facebook  em www.facebook.com/osmeustrilhos

As nossas crónicas da viagem à Índia

Destination: Índia

A Índia. Dentro de alguns dias andaremos por esse país enigmático e colorido. Vai ser bom voltar a sentir a Ásia por baixo dos pés, andar à deriva, confiar nos ditosos ventos do oriente.<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Namastê Índia

É verdade que Nova Deli não é a Índia, mas é sem dúvida a porta de entrada para milhares de viajantes que a descobrem e se emaranham nas suas ruas e becos caóticos, onde frenéticos riquexós buzinam num constante zumbido que nos envolve e atordoa. Fomos assim acolhidos no nosso novo mundo.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Deambulando por Nova Deli

Na Índia, não temos que nos preocupar em encontrar um riquexó, um guia ou um táxi, quando precisarmos deles, eles lá estarão. Quando saímos da estação de metro, chovia copiosamente. Apesar de estarmos no final da monção, esta ainda aparecia esporadicamente, mas com chuvas diluvianas. Enquanto olhávamos em redor e esperávamos que o tempo amainasse, logo se abeirou um condutor de riquexó oferecendo os seus serviços.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Nos últimos passos de Gandhi (Nova Delhi)

Gandhi Smriti não é um lugar turístico, nem tão pouco um lugar bonito. É um lugar simples, de recolhimento, é um lugar de memórias. Na manhã do dia 30 de janeiro de 1948, Gandhi, a grande alma, deu os últimos passos sobre a terra, nesta terra. Enquanto se dirigia ao local de oração foi assassinado por Nathuram Godse, um hindu radical que o acusava de enfraquecer o país
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

A velha delhi

Numa cidade com muitos milhões de habitantes e milhares de riquexós, encontrar o senhor sikh de turbante branco do dia anterior, foi como encontrar uma agulha num palheiro. Saudámo-lo ao longe e seguimos para “old delhi”.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Ao sabor do tempo e do templo dos Sikhs

Depois de Chandni Chowk, do caos e das ruas estreitas. Depois dos carros, dos riquexós e das motas engalinhadas. Depois dos mapas deixarem de fazer sentido. Depois de 700 km… Chegámos a uma espécie de oásis indiano, chegámos a Amritsar, cidade santa dos Sikhs.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Fronteira… com o Paquistão!

Não temos de nos preocupar. Mais uma vez, aquilo que procuramos encontra-nos e advinha os nossos planos. Há dezenas de oportunidades de ir de táxi até à cerimónia de Waga Border, perto de Lahore. Resta-nos aceitar a oferta que parece ser a mais acessível e próxima dos valores que nos foram aconselhados.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Em Varanasi, no rio que leva a vida!

O Rio Ganges acordou tranquilo, com o sol a tentar romper por entre um gigantesco manto de nevoeiro. Depois de 24h num comboio, percorrendo os 1150km que separam Amritsar de Varanasi, o quarto do Hostel está tão perto do paraíso.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Taj Mahal – um poema de mármore branco

O romantismo da obra que o imperador Shah Jahan mandou construir em memória de sua esposa favorita, Mumtaz Mahal, transborda nas suas linhas. Foram necessários cerca de 20 mil homens para erguer esta preciosidade de mármore e, ao que parece, até portugueses estiverem envolvidos na sua construção.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Jaipur, no reino dos Marajás

Chegamos ao anoitecer a Jaipur. A viagem de Agra prolongou-se mais do que nos predisseram e sair do emaranhado de ruas estreitas, torcidas de Agra revelou-se uma odisseia homérica!
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Em Udaipur, cercados de cor

Chegámos a Udaipur com as ruas desertas. Era cedo! Bebericamos lentamente um Chaí no amplo terraço com vista para o Lago Pichola. Começam a romper os primeiros raios de sol, quando um destemido macaco se junta a nós e nos observa encavalitado no beiral do terraço.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

Bem-Vindos a bordo… de um comboio indiano

Aproximo-me das portas que vão constantemente abertas, aproveito a belíssima paisagem para tirar algumas fotos. O comboio abranda a marcha conforme nos aproximamos da estação. Está uma humidade elevadíssima e sinto a roupa a colar ao corpo. Não conseguimos bilhetes em classe com ar condicionado, temos de viajar 12 h até Goa, com uma temperatura insuportável, num comboio apinhado e com barras em vez de janelas. A juntar a isto, as imensas paragens que o comboio vai fazendo impedem-no de ganhar velocidade fazendo com que não entre ponta de ar fresco pelas janelas escancaradas.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

A Índia também é Católica. Por fim em Goa!

Chegamos tarde a Goa, tarde demais para outra coisa que não seja arranjar um sítio onde dormir. Porém, tudo é calmo…não há gente na rua, parece outra Índia, diferente de todas as que já vimos… Acordar e ligar a TV para assistir a um programa na RTP Internacional, tantos quilómetros depois, chega a ser irónico.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

12 coisas estranhas que vimos na India

As palavras não valem para descrever a Índia, nem sequer as imagens coloridas a que estamos habituados. A Índia vive-se e percebe-se melhor quando chegamos, quando regressamos ao conforto do lar, quando olhamos para trás e vemos as diferenças.
<< Continuar a ler o resto da crónica >>

 

 

 [como preparar uma viagem à Índia]

Comentários

Comentários

You Might Also Like

5 Comments

  • Reply Sérgio Lopes 25/07/2013 at 19:39

    Todas as nossas crónicas the viagem à Índia, agora reunidas num único sítio 🙂 Toca a dar uma espreitadela e a fazer um "like" 🙂

  • Reply De partida para a América Latina - Os meus trilhos 01/09/2013 at 20:12

    […] da inesquecível viagem à Índia, também nós voltamos às grandes aventuras, desta vez seguimos o sol, zarpando em direção ao […]

  • Reply João Leitão VIAGENS 05/05/2014 at 11:17

    grande destino lindo e exótico! estou desejando mesmo ir lá! estou a caminho. adoro os vossos relatos e fotos, parabéns! boas viagens e abraço desde o Rio de Janeiro! belo dia hoje…

  • Reply Os meus Trilhos 06/05/2014 at 09:41

    Grande João Leitão VIAGENS, obrigado pela visita. A Índia é linda…. Tenho seguido a tua viagem pela América do Sul e estou a adorar. O teu Corsa ainda se aguenta? 🙂 Um abraço e excelentes viagens.

  • Reply Juliana Paula 30/12/2014 at 05:08

    Olá, queridos amigos portugueses! Meu nome é Juliana e, sou brasileira e vivo em Mumbai. Encontrei seu blog por acaso, mas foi uma agradável surpresa. Eu também escrevo minhas aventuras e observações sobre a Índia no blog: http://www.tabibitosoul.com. Um abraço!

  • Este artigo foi escrito para si. Se gostou, comente...