Grécia

O que não pode perder em Atenas

22/01/2014

praça sintagmaFazer listas não é coisa fácil para nós e, na verdade, também não é coisa que nos agrade muito.  Juntar as dez coisas que para nós, não se podem perder em Atenas, é sempre uma tarefa ingrata. Mas, olhando para trás, vendo as fotos que ficaram e as memórias que trouxemos, juntámos alguns lugares e experiências que, quanto a nós, não se podem perder em Atenas. Sabemos que para além destas 10, muitas outra podiam ser acrescentadas à lista.

Sabemos também que cada um vai ter as suas dez coisas a não perder em Antenas. Por isso vá, viaje e faça a sua lista. Nós já temos a nossa.

1 – Uma visita à Acrópole

 A acrópole (ἀκρόπολις) de Atenas é, sem dúvida, um dos locais mais conhecidos da antiguidade clássica. De todos os templos que a compõem, o Pártenon é principal e, apesar do tempo, dos conflitos e da poluição, ainda se encontra bastante bem preservado. Não podemos esquecer que este templo foi queimado por uma invasão bárbara e restaurado pelos romanos. Foi convertido em igreja cristã durante o período bizantino e depois transformado em mesquita durante o domínio do Império Otomano. Em 1687 uma explosão destruí parcialmente o edifico, sobrando apenas as ruínas que vemos hoje. Recentemente, o governo grego aprovou um audacioso programa que pretende restabelecer-lhe a antiga glória! 

 Grecia_2013-21.jpg

 

2 – O Museu da Acrópole

É um museu moderno, à altura das relíquias que o mesmo alberga. Este edifício ‘avant-garde’ está a acordar velhas paixões e a reavivar as disputas com Londres, porque os gregos ainda não desistem de recuperar Às diversas peças em mármore que estão no Museu Britânico.

Grecia_2013-49.jpg

 

3 – Perceber como funciona o Mecanismo de Antiquitera (Máquina de Anticítera) no Museu Arqueológico

É o computador mais antigo do mundo e,  sem dúvida, um dos maiores enigmas da história. Encontrado no fundo do mar, este mecanismo, em exposição no Museu Arqueológico de Atenas tem mais de 2000 anos e conseguia, com uma precisão extraordinária, prever fases da lua, eclipses, etc. Quem o construiu, com que propósito, que tecnologia esteve no seu fabrico… são perguntas, hoje, sem resposta.

Mecanismo de Antiquitera (Máquina de Anticítera) no Museu Arqueológico, em Atenas

 

4 – A Ágora Grega

A Ágora grega tinha um papel fundamental na vida da Pólis. À volta desta praça desenrolava-se grande parte da vida política e económica da cidade. Além da magnífica stoa reconstruída e que tráz de volta a magnificência da época clássica, é também na Ágora que encontramos  o mais bem preservado dos templo do mundo antigo, o Templo de Hefesto.

Templo de Hefesto, em Atenas

 

5 – deixe-se levar pela azáfama dos mercados mais animados de Atenas: O mercado de Monastiraki

Os Gregos são ávidos comerciantes. Os 5 séculos de ocupação otomana cravaram no ADN dos gregos o jeito para o negócio, a arte de regatear. O flea market de Monastiraki é a meca dos negócios de rua em Atenas. Aqui podemos encontrar um pouco de tudo, mas essencialmente quinquilharia, roupas e souvenirs. É especialmente animada aos domingos de manhã.

O mercado Monastiraki, em Atenas

Bairro de Monastiraki, com a biblioteca de Adriano ao lado

6 – Viagem de tram ao longo da linha de costa (The Attica Coastline)

Apanha o tram n.º T5 na Praça Syntagma em direção a Voula (ΒΟΎΛΑ) … depois é tempo de relaxar, de aproveitar a paisagem e o azul do mar. A viagem da praça Syntagma até Voula demora cerca de uma hora, mas garanto-lhe que irá valer cada minuto e cada cêntimo. Aproveite para descer numa das dezenas de praias que se estendem ao logo da costa.

Grecia_2013-48.jpg

 

7 – Apreciar o pôr-do-sol e as vistas fantásticas desde Filopapos Hill

À medida que o dia termina, a luz do sol torna-se mais quente. Os fotógrafos chamam-lhe a golden hour. Gostamos desta hora. Não é só pela magia da luz, mas também pelo aconchego que transmite. Envoltos nesta luz de tons quentes, termine o dia com uma vista espetacular sobre Atenas. Não é de estranhar que este cume diga tanto aos Ateniense. Até nós, que aqui viemos só uma vez, reservaremos um lugar especial para estas vistas.

Filopapos Hill, em Atenas

Grecia_2013-30.jpg

 

 8 – Colina de Pnyx

colina de Pnyx está para a democracia como Belém para o catolicismo… Aqui, nesta colina, nasceu o modo de governo que, apesar das muitas apontadas deficiência, é ainda hoje o mais eficaz modo de participação dos cidadãos no governo dos seus assuntos: a Democracia

Grecia_2013-3.jpg

 

9 – A Praça Sintagma

A praça Sintagma, mesmo em frente ao parlamento grego, é sobejamente conhecida por ter sido palco das diversas manifestações que se têm verificado em Atenas. Uma espécie de imitação do render da guarda inglesa tem lugar a cada hora em frente do parlamento. Soldados gigantes, com 2 metros de altura, mas de “pompons” nos sapatos, marcham de um lado para o outro enquanto dezenas de turistas se deliciam com a cena.

Grecia_2013-63.jpg

Parlamento Grego

 

 10 – embarcar numa das bebidas que é quase uma instituição na Grécia: o café.

Diariamente, no mundo, são consumidos mais de 1400 milhões de chávenas de café e os Gregos dão uma extraordinária ajuda para estas estatísticas. O café, ao lado, se calhar, da cerveja é um dos produtos que mais identifica um país, os seus hábitos e o génio dos seus povos. Os Gregos são ávido consumidores de café e bebem-no de inúmeras maneiras: frio, com borras, com espuma, etc. Coisa que não falta nunca é o copo de água, bem fresca, seja Inverno, seja Verão. Bebericam café me todo lado. Enquanto conduzem, na rua, em casa… enfim, é uma instituição.

Experimente o café. Sente-se! Aprecie! Descontraia e junte-se a um povo que passam sem o seu cafezinho.

 Grecia_2013-1.jpg

 

Comentários

Comentários

You Might Also Like

No Comments

Este artigo foi escrito para si. Se gostou, comente...