9 horas de ferry, de Pireus até Creta

A viagem vai ser longa e, como diz o ditado, “quem vai para o mar avia-se em terra”.

Paramos numa lojinha à beira do porto para com prar umas sandes, alguma fruta e água.

Vamos zarpar do porto de Pireus por volta das 21:30 e, para fazer os 300 km que separam Pireus de Chania, são precisas cerca de 9 horas, a uma incrível média de 30 e pouco km por hora.

pireus-1

As milhares de ilhas que compõe a Grécia obrigam a um complexo sistema de ferries. É preciso conhecer as rotas, os grupos de ilhas e os horários… Entre novembro e março a oferta é bastante reduzida, só há um ferry diário para Chania, na ilha de Creta.

Apesar de ter perdido alguma importância na época bizantina e otomana, Pireus é, desde guerras médicas, o grande porto de Atenas, fazendo a ligação da parte continental da Grécia com as milhares ilhas.

O ferry da ANEK parece não ter fim. Entram pessoas, carros, camiões e autocarros. É uma autêntica cidade flutuante.

Pireus Ferry

Já a bordo reparamos como os passageiros se acomodam em todos os cantos do navio, dos corredores até aos sofás dos diversos bares/restaurantes. Vamos até ao deck onde se amontoam passageiros a discutir futebol. Comemos umas sandes, respiramos o ar fresco.

O ferry começa a ganhar velocidade. O ar torna-se mais frio. Regressamos ao interior do navio para a noite que se avizinha.

Comentários

Comentários

Olá, somos o Sérgio e a Sandra! Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>> Sigam-nos no Facebook

Leave a Reply

Your email address will not be published.