América do Sul, Nos Andes, pelos caminhos dos Incas, Peru

O Cañon del Colca no Peru, em 10 fotografias

12/11/2015

Para chegar ao desfiladeiro do Colca, no Peru, há que passar por dezenas de vulcões, há que ver alpacas e vicuñas, há-de-nos faltar o ar a 5mil metros de altitude e havemos de descer por estradas sinuosas. Mas uma vez lá,  mundo há de parar e perante nós se há de abrir um mundo novo, onde o tempo parece ter parado. Um lugar onde os incas parece que não desapareceram e o condor anda lá cima sempre a vigiar-nos. Bem vindos ao Cañon del Colca, o segundo mais profundo do mundo.

1 – Terrazas Incas (Andenes)

Grande parte da agricultura do vale do Colca faz-se em socalcos que datam da altura pré-inca. Por cá, chamam-lhe “terrazas” e estendem-se serra acima fazendo-nos lembrar o Douro, verdejante, é verdade, mas também um criação dividida em esforço entre homem e natureza. É impossível não ficar impressionado.

Colca-tour-2dia-17

2 – Cruz del Condor

É um dos lugares que capta mais a atenção dos viajantes que passam por estes lados. Com penhascos e ravinas, este é o lugares priveligiados para observar as danças matinais dos Condores

Colca-tour-2dia-14

3 – O desfiladeiro

O desfiladeiro, formado pelo Rio Colca, tem uma profundidade de 4160 metros, sendo duas vezes mais profundo que o Grand Canyon, nos Estados Unidos. Além do mais, é o segundo desfiladeiro mais profundo do mundo. É verdade, há um mais profundo, na China.

el cañon

4 – Os Povos que habitam o vale

Grande parte das pequenas aldeias que se estendem pelo vale foram fundadas pelos colonizadores espanhóis.  Atualmente habitam este vale os descendentes das culturas collagua e cabana, que mantém suas tradições ancestrais e continuam a cultivar os terraços agrícolas construídos pelas civilizações antigas. As crianças e as mulheres dedicam-se ao turismo e à venda de artesanato.

Colca-tour-2dia-20

Colca-tour-2dia-6

5 – O voo do condor

As danças matinais do condor são um dos atractivos principais do vale do Colca. O condor é a maior ave voadora do mundo e na sua envergadura de assas cabe um mundo de misticismos andino. Acasala para a vida e se a fêmea morre, acredita-se que o macho se suicida.

Colca-tour-2dia-13

6 – O pueblo  de Chivay

Chivay é a maior cidade no Vale de Colca. Além de alguns hotéis e comércio tem umas termas de água a ferver que fazem as delícias dos viajantes.

Colca Tour-1dia-19

7 – As Alpacas

Aproximadamente, 500 mil famílias de camponeses depende da actividade com camelídeos, principalmente a alpaca. A fibra que se “extrai” da lã de alpaca é uma das principais fontes de riqueza e identidade no Peru. As alpacas são originárias destas serranias andinas, onde, desde há milhares de anos tem uma relação estreita com os povos destas altitudes.

Colca Tour-1dia-11

Colca Tour-1dia-14

8 – O Vulcão Misti

Apesar do vulcão Misti ser quase invisível do vale do colca, ele é presença constante no caminho até lá. Desde o deserto que rodeia a gigantesta Arequipa, até ao ponto mais alto no mirador de los andes, a montanha aguçada do Misti faz-nos recordar constantemente o quão pequeno nós somos.

Colca Tour-1dia-5

9 – As igrejas de Colca

Há dezenas de igrejas, da época das conquistas, espalhadas pelo vale. Sinais dos tempos aureos, dizem por lá. Quase todas as pequenas aldeias têm uma, mas a mais bonita é a de Maca

igrejas_2

10 – A altitude que sufoca

No “Miradouro De Los Andes” os 4910 metros de altitude e o ar rarefeito fazem parecer que tudo anda em câmara lenta… se não é o efeito da altitude será de certeza o marcar da coca que nos adormece a boca.

Colca Tour-1dia-18

 

Comentários

Comentários

You Might Also Like

No Comments

Este artigo foi escrito para si. Se gostou, comente...