Leiria, Portugal

O mundo subterrâneo nas Grutas de Mira de Aire

23/12/2016

Há cerca de 70 ano, um grupo de 4 homens, vencendo os medos e as alturas, lançou-se, através de um pequeno buraco, numa gruta desconhecida. As rudimentares fontes de energia da altura esconderam naquele momento o que só mais tarde os olhos puderam presenciar: gigantescas galerias que se estendem por baixo da Serra de Mira de Aire. Os rios, que em grande parte do mundo correm à superfície, aqui escondem-se debaixo da serra, abrindo grutas por entre a pedra calcária. Deixam atrás de si um conjunto magnífico de estalactites, formações rochosas diversas e um mundo imenso para descobrir.

grutas_mira_de_aire-2

Situadas bem perto de Porto de Mós, na Serra de Mira de Aire, estes grutas são uma das 4 (conhecidas) existentes por estas bandas. Sim, há mais: Alvados, Santo António e as famosas grutas da Moeda, em Fátima.

Até agora (e dizemos até agora porque a exploração continua em curso) conhecem-se mais de 11 km de galerias. Infelizmente só podemos visitar cerca de 600m. Mas é maravilhoso lá em baixo.

grutas-de-mira-de-aire-_-5

Primeiro, um filme de cerca de 5 minutos mostra-nos como foram descobertas as grutas, os desafios ao longo dos tempos e o processo natural de formação das mesmas. Depois, descemos para as entranhas deste mundo subterrâneo.

Degrau a degrau descemos cada vez mais fundo. Cá em baixo estão 17º centígrados, faça frio ou calor à superfície.

Há estalactites, estalagmites e formações rochosa que nos fazem puxar pela imaginação… Há lagoas e riachos…

grutas_mira_de_aire-3

E galerias, lindas… mesmo nas entranhas da terra! Há nomes sugestivos para estas formações: desde a esparguete ao órgão, passando pela catedral. O limite é a imaginação.

grutas_mira_de_aire-4

Depois de uma hora, em que descemos perto de 700 degraus e fizemos mais de 600m, chegamos à última zona visitável. Daqui para frente há muitas grutas, mas percorrê-las só na imaginação. Sobe-se de elevador. Quando regressamos à superfície, damos conta que estamos do outro lado da aldeia. O caos cá de cima contrasta com a magia que vivemos lá em baixo. Seguimos a linha azul marcada no chão e em minutos estamos de regresso ao parque de estacionamento.

Dicas para visitar as Grutas de Mira de Aire

Localização: as Grutas de Mira de Aire distam a 15 km de Fátima ou de Porto de Mós . É fácil encontrar sinlética anunciando o lugar. Na dúvida, pare o carro e pergunte :).

Estacionamento: Há montes de lugares para estacionar junto às grutas.

Onde ficar: na Vila de Mira de Aire, mesmo junto à saída das grutas é possível ficar nas novíssimas “Casas da Gruta”. São pequenos casas de madeira com tudo o que necessário para uma estadia confortável. Não experimentámos, porque desconhecíamos, mas nunca é tarde para regressar 🙂  Um T0 começa nos 30€. Nada mão, pois não?

Preço: 

  • Adulto –  6,40 euros
  • Criança (até aos 12 anos) – 3,70 euros
  • Bebé (até aos 5 anos) – grátis

(para ver tudo com mais detalhe,visite o site oficial das Grutas de Mira de Aire.

Comentários

Comentários

You Might Also Like

No Comments

Este artigo foi escrito para si. Se gostou, comente...