Quem somos?

Os autores d' Os Meus Trilhos

Olá tod@s! Somos o Sérgio e a Sandra!

Somos um casal apaixonado… apaixonado pelo mundo e pelas viagens, sejam elas curtas ou longas.

Adoramos fotografar e, para onde quer que vamos, não largamos  uma velhinha e fiel Canon 400d. Mas tanto fotografamos a paisagem da janela como o maravilhoso Taj Mahal

Nós na Costa Rica, em Novembro de 2014

Nós na Costa Rica, em Novembro de 2014

Somos ambos das Beiras. Estudámos direito em Coimbra, cidade dos estudantes e dos amores e que terá para sempre um lugar especial no nosso coração. Fizemos Erasmus em Espanha, trabalhámos em Londres , Bruxelas e na China… e viajamos, viajámos muito. 

Somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas. 

Durante uma parte do ano vestimos as capa de dois burocratas do funcionalismo público, na outra, metemos a mochila às costas e vamos por aí… para além da nossa zona de conforto! Buscamos novos horizontes, ver com outros olhos, conhecer o mundo, conhecendo-nos cada vez mais a nós próprios. 

A viagem não acaba nunca, dizia Saramago, por isso depois da viagem passamos tudo para este espaço, textos, fotos, vivência, enfim… a viagem!

Não gostámos nada de estar parados. Como já diz o ditado “parar é morrer” e se pudermos, havemos de parar, mas só nessa altura. Adoramos grandes aventuras por lugares longínquos, mas também gostamos de pegar no carro e andar por aí, sem destino.

Agora, de Vila Real, imersos na imensidão do Douro, procuramos abolir fronteiras e muitas vezes as ideias erradas que muitos têm acerca do mundo. E há muito mais mundo do que aquele que conseguimos abranger.

A mundo é composto de mudança e nós mudamos com ele. Durante 4 anos, a cidade de Vila Real foi o nosso porto de abrigo, a nossa guardadora e confidente. Levaremos a “bila” no coração. Depois de Trás os montes, já estamos de malas aviadas para a Guarda. Mas, onde quer que estejamos procuramos abolir fronteira, porque o mundo é muito mais do que aquilo que os nossos olhos alcançam.

Venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas…

Estreitem-nos também no Facebook, onde diariamente contamos as nossas aventuras por esse mundo fora…

costa_rica_post_destaque

Patagónia, Argentina

51 Comments

  • Reply Hélder Macedo 29/11/2007 at 12:26

    Simplesmente fantástico!
    Conhecer o nosso património é conhecer a nossa identidade.
    Antes de conhecer lá fora, vamos conhecer o que é nosso!
    E há muito para conhecer!
    Bem hajam em contribuir para o conhcimento daquilo que nem sempre é conhecido por nós.

  • Reply Nelson Pina 28/12/2007 at 16:10

    Ola..
    Tens aqui um belo trabalho. Gostei do site…
    Continua

    Nelson Pina

  • Reply Hotel Castrum Villae 07/04/2008 at 11:10

    Trabalho de registo e aplauso.
    Parabéns.
    Ao Dispôr

  • Reply Filipe Dias 03/07/2008 at 20:30

    Bom site, e belo lema de vida… se poderes da umas dicas sobre onde acampar no geres. desde ja obrigado!
    Coninua com o bom trabalho!

  • Reply Joaquim 07/07/2008 at 21:25

    Bom trabalho: Ou melhor. Bom prazer.

    Continua.

  • Reply Cristina 16/04/2009 at 09:52

    Olá Sérgio!
    Antes de mais, parabéns pela tua página.
    Este verão estou a pensar fazer uma grande caminhada pela serra do gerês, gostava aliás de a atravessar toda a pé, com passagem (claro!) pelos sítios mais bonitos.
    Gostava de saber se por acaso sabes como poderei ter acesso a um bom mapa da serra (que inclua não só as estradas asfaltadas mas também os caminhos que só a pé podem ser feitos).
    Gostava também de saber a tua opinião sobre:
    1) quanto tempo achas que demorará a atravessar a serra a um ritmo de 5horas de caminho por dia?;
    2) qual a entrada mais apropriada?;
    3) Cuidados especiais a ter.

    Desculpa o excesso de questões.
    Até breve.
    CR

  • Reply Sérgio Lopes 18/04/2009 at 04:49

    Em primeiro lugar, obrigado por teres visitado “os meus Trilhos” e agradeço o teu simpático comentário.

    No que respeita ao Gerês, é sem dúvida um sítio fantástico e a melhor forma de o conhecer, por dentro e por fora, é a pé, calcorreando as suas serras e as suas entranhas.

    Relativamente a mapas, tens 2 opções:

    1) Cartas topográficas. Podem ser encomendadas através do website do Instituto Geográfico do exército – http://www.igeoe.pt/ ou entao nas lojas da Porto Editora, procura comprar a versão mais actualizada.

    2) Mapas do Parque Natural da Peneda-Gerês. Podem ser encontrados em qualquer delegação. Consulta o website para ver qual te convém. Em ultimo caso, eu tenho uma digitalização no blog: http://trilhos.wordpress.com/geres/

    Para mim a melhor entrada é por Montalegre e Pitões da Júnias, terminando em Castro Laboreiro! Quanto ao número de dias… muito complicado. Tudo vai depender dos sitios que queiras visitar e do teu trajecto. Pelo menos, reserva uma semana!!!! bem no mínimo!

    Dicas: programa a tua viagem para poderes ficar em Parques de Campismo. Existem alguns espalhados pelo parque, além de serem mais seguros para passar a noite, no parque é proibido campismo selvagem.

    Se tiveres tempo, passa pelo parque de campismo de Boticas (de preferencia um dia antes da viagem) e aproveita para relaxares numa vila interessante e com umas piscinas porreiras.

    No Gerês não deixes de visitar as famosas cascatas do Haiti, a ponte da miserela (eternamente perpetuada na música com o mesmo nome da “Quadrilha”), aproveita pra ler um pouco da sua história. Em todo o parque há muitos fojos do lobo e espigueiros, aproveita para os apreciar.

    fala com as pessoas que encontrares pelo caminho, elas serão a tua melhor guia e a principal razão de tu estares lá!!! Existe o Gerês sem pessoas e o Gerês com pessoas, procura conhecer os dois.

    Por agora é tudo,

    Estarei ao dispor. E vai acompanhando os meus Trilhos.

  • Reply Marcio 08/05/2009 at 15:30

    Parabens pelo blog. Descreve bem o que de mais belo temos no nosso país… sem duvida, o Gerês.
    Gostaria de saber, qual o sitío da 2ª foto de quedas de água? A primeira conheço, que é a cascata do tahiti, mas a segunda não conheço (o nome da foto é hpim4963.jpg)

    Abraço

    • Reply Lurra 08/05/2009 at 15:45

      Caro Marcio,

      Obrigado pela visita. Efectivamente a primeira é a cascata do tahiti, a segunda é uma das muitas cascatas do Rio Homem. Esta em concreto, situa-se no final da estrada que atravessa a Mata de Albergaria, perto da Portela do Homem.

      Bons trilhos!

  • Reply Jorge 24/08/2009 at 14:51

    Simplesmente fantástico! Continua 😉

  • Reply Maria Helena 04/10/2009 at 20:46

    Encontrei o seu trabalho quando procurava por pontes bonitas. Achei fantasticas essas antigas pontes dessas aldeias e seu tabalho é muito bonito não devemos esquecer as lutas as e conquistas do nosso povo.
    Sou brasileira e moro em Salvador. beijo

  • Reply Hugo 15/03/2010 at 09:26

    Não sei como demorei tanto a encontrar este teu blog, mas ainda bem que cá cheguei. É bom conhecer detalhes daquela viagem em que te queria ter acompanhado, e outras que por aí e além vás fazendo. Grande abraço macaense.

    Hugo

  • Reply Rui Forte 06/06/2010 at 20:03

    Boa noite!

    Antes de mais quero te dar os parabens por este teu magnifico blog, gostei imenso do que vi, ja me serviu de inspiração para fazer um fim de semana no geres que soube a pouco.
    Queria ver se me podias ajudar, tens alguma coisa de trilhos que se possam fazer mas de jipe 4×4????

  • Reply David 08/07/2010 at 11:08

    Caro Márcio;
    Adorei o teu trabalho sendo um recente explorador e amante da Serra o Gerês vou seguir as teus passos e vou fazer integralmente as tuas caminhadas.
    Em Setembro ninguem me apanha com telemovel !
    Continuação de bom trabalho.

  • Reply Sandra Gomes 03/10/2010 at 21:54

    Só para te dizer que adorei o teu blog.

    Costumo fazer caminhadas pelo o Clube Campismo do Porto (CCP), percorremos tb várias aldeias serranas, sítios lindos maravilhosos que só estando lá a que se consegue descrever a beleza das nossas serras, montanhas escondidas pelo o nosso Portugal.

    Espero continuar a poder apreciar o teu bolg, as tuas actualizações e trocar impressões contigo.

    Obrigada!!!

  • Reply PTex 27/07/2011 at 09:36

    Quero dar os parabéns por este site, é descomplicado e tem muita informação útil! Vou já colocar um link para aqui no meu turismo-de-moto.com!

    Continue o bom trabalho 🙂

    • Reply Sérgio Lopes 27/07/2011 at 11:11

      Caro PTex,

      Obrigado pela visita… já passei pelo ser turismo-de-moto e gostei de poder viajar um pouco de moto pela Europa 🙂
      Já adicionei o seu site.

      Cumprimentos.
      Sérgio

  • Reply Roadrunner 13/08/2011 at 13:27

    Gostei do espaço e das reportagens. Como amante de aventuras e viagens voltarei de certeza para ir acompanhando.

    Abraço.
    Roadrunner!

    • Reply Sérgio Lopes 16/08/2011 at 17:26

      Espero que volte mais vezes… Gostei de passear pelos seus “olhares”, já adicionei aos meus links.
      Cumprimentos.
      Sérgio

  • Reply HERNÂNI JOSÉ DE CARVALHO 28/11/2011 at 18:48

    Foi uma vez mais um prazer visitar esta maravilhosa fonte de leitura e sobretudo o seu conteúdo. O Gerês também me fascina, mas o Alvão e a nossa Serra da Estrela também tem os seus encantos. Vi o seu comentário à inauguração do CAMINHO INTERIOR DE SANTIAGO e passei à Câmara que tem mais informação presumindo que lhe tenham respondido. Qualquer dúvida ou ajuda, não exite em contactar-me. Será um prazer sobretudo aprender com quem vive a Natureza.
    Um abraço do sempre disponível
    Hernâni Carvalho
    Visite a n/ página em http://www.caminheirosvilareal.com

    • Reply Sérgio Lopes 28/11/2011 at 19:58

      Caro Hernâni,
      Muito obrigado pela visita.
      Este é um espaço aberto, espero vê-lo por aqui mais vezes. Um dia destes também aqui haverá um local dedicado ao Caminho de Santiago (vamos lá ver se é para breve, a ideia é ainda embrionária).
      Tenho passado pelos caminheiros de vila real, qualquer dia junto-me a vós numa caminhada 😉

      Um abraço,

      Sérgio

  • Reply Abel Figueiredo 23/02/2012 at 12:00

    Sou Satense e a falta de percursos pedestres neste Concelho, que tem actualmente 12 freguesias, deixa-me triste.
    Pergunto como se faz e identifica um percurso.
    Básicamente pretendia preparar alguns circuitos pedonais e apresenta-los na Câmara na intenção de serem incluidos no portal da mesma de modo a dar a conhecer este Concelho ainda virgem nesta área.

    Os meus parabens pelo trabalho que disponibiliza, gostei muito, continue que está a fazer um trabalho para o mundo de hoje e de amanhã.

    • Reply Sérgio Lopes 28/02/2012 at 22:14

      Abel,
      É um prazer ter-te por aqui, mais um Satense (eu sou de S. M Vila Boa)
      É sempre bom ouvir simpáticos comentários como os teus. É isso que nos dá força para há 5 anos irmos publicando e dando conhecer este cantinho.
      Relativamente aos percursos, vou tentar, um dia destes fazer um post sobre isso e responde-te para o email.
      Abraço e vai passando…

  • Reply Bruno Alexandre 05/06/2012 at 22:54

    Sergio e Sandra, só agora arranjei um pouco de tempo para visitar o vosso site e está muito bom, quando for de férias já sei a quem pedir opiniões. Bjs e abraços.

    • Reply Sérgio Lopes 22/06/2012 at 12:40

      Obrigado pela visita. Volta sempre que quiseres 😉

  • Reply Sergio 23/06/2012 at 16:57

    Boa Tarde
    Gostaria de vos Propor um Swift/Parceria com a FIRST CLASS RADIO
    …é uma radio em Formato Digital, com uma selecção Musical Cuidada e levada a Serio. Uma rádio que dá a Oportunidade a Jovens e Talentosos Artistas ,tenham ou não trabalhos editados.
    Tem Requinte e é a Companhia ideal…em uma loja, atelier, na cabeceira da cama…é Audaz, Luxuosa e Romantica.

    Gostariamos de Saber se há Disponibilidade para Colocarem um PLAYER na Vossa Pagina ( Tal como outros blogs/paginas já possuem ) e em troca publicitava-mos a vossa Pagina.

    A First Class Radio Respeita os Direitos de AUTOR e Comtempla os mesmos
    A First Class Radio tem como Parceiros os EXcelentes Profissionais da pprsolutions.net

    A FIRST CLASS Radio está a Crescer …mas faze-lo de forma sustentada depende de todos.

    BASTA CLICAR NO DISCO e depois em PLAY

    O B R I G A D O

    http://first-class-radio.playtheradio.com/

    Aguardamos o vosso feedback. Com os melhores Cumprimentos

    Sergio Brazzini

  • Reply Sofia A. 29/06/2012 at 14:02

    Caro Sérgio,

    Após ficar a conhecer o seu blog, creio que o nosso site tenha bastante em comum com a temática deste. Gostaria portanto de propor, se assim o desejar, que dedique um pequeno artigo à HomeAway Portugal.

    Poderá conhecer um pouco mais sobre o nosso site aqui: http://www.homeaway.pt

    Este é um pequeno resumo de quem somos:
    A HomeAway tem uma oferta de mais de 285.000 anúncios em mais de 140 países e os sites do Grupo HomeAway recebem milhões de visitas por ano. Os viajantes que decidem reservar uma casa de férias com a HomeAway não pagam quaisquer comissões, e podem contactar os proprietários ou gestores de propriedades diretamente através dos anúncios no site. Isto torna o aluguer de uma casa de férias ainda mais económico, visto que por si só uma estadia numa casa de férias pode ser 50% mais barato que num hotel, e permite apreciar a experiência como parte do povo local. O Grupo HomeAway, Inc entrou na bolsa de valores a 29 de Junho de 2011, com o nome AWAY.

    Desde já agradeço a atenção prestada a este assunto, se desejar mais informações por favor não hesite em contactar-me.

    Continuação de boas viagens, espero ter notícias em breve.

    Cumprimentos,
    Sofia A.

  • Reply otilia coelho 06/07/2012 at 16:18

    boa tarde, eu tentei imprimir o vosso mapa é ele infelizmente, tem alguns problemas. pois se nao estou em erro ah 4 parte nao da para imprimir completamente. uma folha A4, e o zom nao esta igual em todas as 5 partes, e falta.lhe as leguendas para saber ler o mapa. So mais 1 coisa eu sou de guimaraes sabe me dizer aonde eu posso compar 1 mapa.??? sera que arranjo no centro turistico em braga??? so mais 1 coisinha sabe me dizer ao certo o caminho para as 7 lagoas. sei que é perto da aldeia de fafiao, ja as tentei encontar e infelismente nao consegui. descupe qualquer coisa, comtinue com o trabalho pois esta muito bom. desda ja agradeco.

    • Reply Sérgio Lopes 10/07/2012 at 23:20

      Cara Otília,
      Obrigado por ter passado por este espaço.
      Para responder às suas questões, por favor, contacte-me através do seguinte email: osmeustrilhos@gmail.com
      Obrigado!

  • Reply Jorge carvalho 22/08/2012 at 16:47

    Boa tarde
    agradeço o envio das cartas nº 3, 4, 8, 9, 16, 17, 29, 30, 31, 43 e 44
    Obrigado
    Cumprimentos
    JC

    • Reply Sérgio Lopes 02/09/2012 at 10:59

      As cartas foram enviadas para o email indicado.

      http://www.facebook.com/osmeustrilhos

    • Reply Jorge carvalho 14/09/2012 at 13:56

      Boa Tarde
      No passado dia 01 de Setembro percorri um trilho em terra batida entre Fafião e a cascata do Arado.
      Com a ajuda dos mapas que me enviou tudo se tornou mais pelo qual agradeço a gentileza.

      O percurso é algo duro com acentuadas subidas e descidas, passagens de riachos e abertura e fechos de cancelas que dividem propriedades, no entanto a beleza da paisagem é única.

      A todos desejos de boas viagens.
      Cumprimentos,
      Jorge Carvalho

      • Reply Sérgio Lopes 10/10/2012 at 19:29

        Caro Jorge,

        Muito Obrigado pelas suas generosas palavras.
        Este espaço existe para ser um espaço de partilha, pelo que é um espaço de todos.
        Espero ve-lo por aqui mais vezes!!!!

        Visite-nos também no Facebook em: http://www.facebook.com/osmeustrilhos

        Abraço,
        Sérgio

  • Reply Jose 28/10/2012 at 16:39

    Olá ao dois ,como estão?
    Tambem eu sou um mochileiro e gostaria de trocar algumas ideias com voces, pois é sempre bom faze-lo com viajantes e não turistas..
    Sobre Malta sabem algo??
    abraço
    Jose

    • Reply Sérgio Lopes 02/11/2012 at 09:52

      Olá José, tudo bem?

      Nós estamos sempre, sempre disponíveis para trocar ideias com outros viajantes, afinal, este é um espaço de partilha.
      Ainda não estivemos em Malta, mas havemos de ir 🙂
      Aproveito para a convidar a visitar-nos no facebook em http://www.facebook.com/osmeustrilhos

      Abraço

  • Reply Syntia 29/10/2012 at 03:06

    Estou buscando informações para viajar ao Marrocos e o seu blog é sem dúvida a melhor referência que encontrei. Muito obrigada pela generosidade! E muita sorte no seu caminho, sempre!!!

    • Reply Sérgio Lopes 02/11/2012 at 09:50

      Olá Syntia,

      Obrigado pela visita e pelas simpáticas palavras. Espero que tenha gostado deste espaço e que possa voltar mais vezes.
      Aproveito para a convidar a fazer um “like”, a partilhar ideias e fotos connosco no facebook em http://www.facebook.com/osmeustrilhos

      Obrigado.

  • Reply magdavilela 30/06/2013 at 23:05

    Boa noite,
    Vou para marrocos daqui a 15 dias. Optamos por ir de carro e gostaria dd saber se me consegue ajudar no que diz respeito ao estacionamento em marraquexe. E seguro? Existem parques com vigilância?
    Se me puder ajudar agradecia.
    Muitos parabens pelo blog.
    Magda

    • Reply os meus trilhos 03/07/2013 at 22:05

      Olá Magda. Sim, vai encontrar alguns parques ao redor da cidade. Não posso garantir que tenham vigilância, mas não me parece que vá ter problemas a esse nível. Contudo, parece-me que não vai ser difícil encontrar algum, principalmente na zona mais ocidental da cidade. Se for necessário, coloque, por favor, a questão na nossa página do facebook (www.facebook.com/osmeustrilhos) e de certeza que algum dos nossos viajantes a vai poder ajudar.

      Cumprimentos, Sérgio

  • Reply José Carlos 21/07/2013 at 14:23

    Muitos Parabéns pelo vosso Blog, o qual visitei, tendo gostado, e bem, do pouco que ainda vi e li sobre as vossas viagens.
    Espero voltar mais vezes, para ficar com uma visão das vossas experiências por esse mundo afora.
    Os meus desejos de Muitas Felicidades nas vossas deslocações.
    Meus cumprimentos
    J. Carlos

  • Reply António Laranjeira Photography 11/08/2013 at 08:01

    Excelente blog. Excelente nodo de vida. Excelente organização. Excelentes fotos. Façam o favor de continuarem e servir-nos este "produto" de enorme qualidade.

  • Reply Os meus Trilhos 28/08/2013 at 19:24

    José,
    Muito Obrigado pelas simpáticas palavras. Espero que possa voltar a visitar-nos. Acompanhe-nos também no facebook em http://www.facebook.com/osmeustrilhos

  • Reply Marlene Cardoso 20/09/2013 at 12:59

    Olá, eu e o meu marido também somos apaixonados por viagens. Já fizemos algumas, tanto o que as possibilidades financeiras deixam fazer, mas não há nada como sair de casa para conhecer novos destinos e pessoas novas, seja perto ou longe, apenas sair e viver a vida… Parabéns pelo blog e continuem a aproveitar a vida ao máximo…

  • Reply Marta Guedelha 21/09/2013 at 11:20

    Muitos parabéns pelo vosso blog. Continuem a fazer essas viagens que me parecem fantásticas.

  • Reply Os meus Trilhos 25/09/2013 at 19:41

    Marta,
    Obrigado pelas simpáticas palavras. Viajar é uma parte importante da nossa vida. Espero que nos continuem a visitar.
    Abraço
    Sérgio

  • Reply Os meus Trilhos 25/09/2013 at 19:43

    Olá Marlene.
    Antes de mais, obrigado pela visita. É sempre bom receber por aqui quem gosta e se entusiasma com as viagens. É verdade que as contingências financeiras do país não permitem muito, mas a vontade é muita e é ela que comanda a vida :-)… Esperamos, sinceramente, que nos visite mais vezes e que acompanhe os nossos trilhos.

    Abraço
    Sérgio

  • Reply Os meus Trilhos 25/09/2013 at 19:44

    António,

    É sempre bom receber excelentes e reconhecidos fotógrafos neste espaço 🙂 Obrigado pela visita.
    Espero que nos continue a seguir. Um abraço
    Sérgio

  • Reply José Pedro Calheiros 10/11/2013 at 18:50

    Olá

    A Serra da Estrela vai receber de 22 a 24 de Novembro de 2013, a primeira edição do Portugal Walking Festival SEIA 2013, numa iniciativa da ADRUSE – Associação de Desenvolvimento Rural da Serra da Estrela em parceria com a Rota das Aldeias de Montanha.

    Trata-se do arranque de um evento que se pretende venha a ser mais uma referência para os Passeios Pedestres em Portugal, levando os caminheiros portugueses e estrangeiros a conhecer um território de excelência para a prática da paixão de caminhar ao longo de todo o ano. Pretende-se mostrar que a Serra da Estrela não é só neve e gelo e que, durante a maior parte do ano, oferece cenários e possibilidades de disfrute desconhecidas de muitos visitantes que habitualmente a frequentam de inverno.

    Este primeiro evento tem uma duração relativamente curta de um fim de semana, devido ao seu carácter super promocional.
    Desta forma, conta com preços de participação muito acessíveis, com descontos significativos nos alojamentos aderentes e com enorme entusiasmo de todos.

    Vimos convidar a divulgaram esta iniciativa e, caso queiram, a organizaram um grupo de participantes.

    É muito simples saber mais informações através do site oficial do evento em:
    http://www.portugalwalkingfestival.com/seia

    Pode também aceder e fazer gosto no Facebook em
    https://www.facebook.com/portugalwalkingfestival

    Venha caminhar na Serra da Estrela – A Montanha que Brilha.
    A organização técnica do evento é da responsabilidade da SAL Sistemas de Ar Livre, empresa de animação turística certificada pelo Turismo de Portugal.

    Cumprimentos
    José Pedro Calheiros
    seia@portugalwalkingfestival.com

  • Reply Marta Pereira 09/05/2014 at 14:52

    Bem…fiquei com a sensação de ter viajado convosco!
    Muitos parabéns pelo blog,obrigada pela partilha dessas viagens, experiencias e momentos.
    Acima de tudo boa sorte 😀 nunca deixem de viver esse modo de vida que parece ser fantástico!

  • Reply Sérgio Lopes 04/05/2015 at 21:09

    Olá Marta, obrigado pela visita e pelas agradáveis palavras. É sempre bom ouvir isso dos nossos visitantes e daqueles que acompanham os Os meus Trilhos 🙂 Abraços

  • Reply João Monteiro 31/01/2016 at 13:46

    Olá, bom dia.
    O meu nome é João e acabei há pouco de ver o vosso programa na TV, hoje sobre a zona de Marvão, do qual gostei muito e que motivou esta visita ao vosso blog. Também eu sou um apaixonado pela Natureza e pelas caminhadas, que fui fazendo, na medida das possibilidades, um pouco por todo o lado, neste nosso Portugal, pequeno, mas sem dúvida ainda maravilhoso e muito variado. E digo ainda porque, me lembro bem de, nas décadas de 70 e 80, percorrer o PNPG de lés a lés (nos anos 70, ainda adolescente, poucos eram os fins de semana em que, com os meus pais e irmão, não fizéssemos os 70 km que o separam do Porto, para lá nos perdermos em passeios, quase sempre sem percurso marcado e qualquer tipo de orientação ou equipamento) e ainda sentir uma bem presente sensação de vastidão selvagem e por explorar que hoje em dia já praticamente não consigo encontrar; é como se o espaço tivesse encolhido e a presença da civilização funcionasse como uma redoma que progressivamente vai pressionando o mundo selvagem; eólicas no horizonte, ruídos variados mais frequentes, caminhantes e outros praticantes de desportos ao ar livre, super equipados e com uma atitude perante a Natureza, que tantas vezes me parece muito mais preocupada com a logística e os gadjets da actividade, do que propriamente com o absorver com todos os poros tudo o que ainda persiste deste mundo selvagem maravilhoso. Talvez que a dimensão dos nossos espaços naturais (à medida do país) já não comporte o desenvolvimento e, provavelmente, só em locais imensos (tipo Himalaias ou Patagónia) essa sensação ainda esteja presente. Para todos os efeitos, e como não tenho possibilidade de viajar até esses locais, continuo a rumar frequentemente até locais ainda muito preservados e pouco demandados, em passeios sem outra preparação que não seja um calçado confortável e um bom farnel, e que, inevitavelmente, entre Março e Novembro, implicam nadar naqueles fantásticos rios de montanha de águas límpidas e frescas e de seguida esticar-me ao sol completamente despido de preocupações (e não só 🙂 ). Por outro lado a idade e o conseguir mapear mentalmente toda uma zona, também contribuem para a perda da sensação do selvagem e inexplorado, daí que há 5 anos, tenha conseguido concretizar um sonho de sempre e restaurado uma pequena casinha de pedra na Branda da Aveleira (antiga aldeia usada pelos habitantes das aldeias dos vales – Inverneiras – durante o Verão, para pastoreio e cultivo dos campos, e que recentemente tem vindo a ser recuperada, para turismo em ambiente rural, com bastantes casas já restauradas mantendo a traça rústica), com um razoável terreno circundante, onde rumo todas as semanas e me divido entre as mais diversas tarefas, desde a plantação de árvores e os arranjos de tudo e mais qualquer coisa, até aos banhos no tanque ou no rio Vez (aqui, perto da nascente, no topo do planalto da serra da Peneda), os passeios pela serra, ou as leituras deitado na rede à sombra dos castanheiros (e digo “daí” porque penso que esta foi uma maneira de reduzir a um pequeno espaço todo um mundo que se vai perdendo, e que ali me esforço por preservar). Desde já vos convido, caso venham para estes lados. a visitarem-me e a percorrerem alguns trilhos que eventualmente possam não conhecer. Mais uma vez os meus parabéns pela dedicação e partilha das vossas experiências e a minha admiração (e uma certa dose de inveja benigna :-)) pelo vosso muito agradável e saudável, modo de vida. Abraços. João

  • Leave a Reply