Início Viagens Asia Ninh Binh (Vietname)

Ninh Binh (Vietname)

|

|

|

“Halong Bay in the rice paddies”

O tempo está cada vez mais quente. Sinto falta do ar fresco e das chuvas de final de tarde das florestas do Cambodja. O barulho das motas, pela primeira vez, começa a irritar-me.

Pago 20 mil dong’s e alugo uma bicicleta. Estou decidido a trilhar os recônditos lugares de Tam Loc, conhecida poeticamente como “Halong Bay in the rice paddies”. Decido ficar dois dias por aqui antes de rumar à confusão de Há Noi.

Queria acima de tudo emaranhar-me nos campos de arroz, percorrer o rio de barco e olhar para esses pináculos que brotam da terra.

Rice Paddies

Tam Côc Cave

No caminho de casa, ou melhor, do hostel, encosto nas habituais ruas agitadas do Vietnam para a também já habitual cerveja da tarde. Começo a gostar da cerveja com gelo… sou abordado por uma professora de inglês que me pede que pratique com um dos seus alunos. Confidencia-me que se trata de um rapazinho preguiçoso. Tentei fazer o meu papel de rapaz responsável com discurso sobre as virtudes do estudo. Acharam estranho não estar casado e com esta idade não estar em casa a cuidar dos filhos. Eu começo a deixar de achar estranha esta conversa, afinal, tem sido normal. Mas deixou-me a pensar… Faço intenção de me levantar e seguir viagem. A senhora da pequena tasca espanta-se com o mau estado do meu calçado (já levam muitos km de pó) e prontifica-se para tratar dele. Aceito apenas um tudo de “super-cola”, afinal a sola dos sapatos há muito que tinha deixado o seu lugar.

os meus trilhoshttp://osmeustrilhos.pt
Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>
Artigo anteriorHué (Vietname)
Próximo artigoHA NOI (Vietname)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

Must Read

Lagoa do Congro, São Miguel | Açores

A Lagoa do Congro é de uma beleza fascinante, pura e surpreendente. E o melhor é que ainda fica fora da rota...

Miradouro da Grota do Inferno, em São Miguel | Açores

O Miradouro da Grota do Inferno (ou da Bocado Inferno), é um dos mais bonitos e impressionantes miradouros da ilha de São...

Cascata do Caldeirão, um segredo bem guardado

A Cascata do Caldeirão é uma cascata (quase) secreta às portas da cidade da Guarda. Mapa, trilho GPS e informações para chegar à cascata.

Cevide, aqui começa Portugal | Melgaço

Em Cevide, perto de Melgaço, encontramos o marco de fronteira n.º 1. Estamos no ponto mais a norte de Portugal. Informação para visitar Cevide

Ilhéu de Vila Franca do Campo, em São Miguel | Açores

O Ilhéu de Vila Franca do Campo é paraíso na Ilha de São Miguel. Neste artigo poderá encontrar informação prática, como visitar e quando ir.