Início Europa Portugal Em Vila Real entre GANCHAS e PITOS

Em Vila Real entre GANCHAS e PITOS

|

|

|

Para muitos milhões de comuns mortais, hoje, é mais um dia frio de fevereiro. Contudo, para lá do Marão, para as imaginativas gentes de Vila Real e arredores, hoje é dia do rapaz  “dar a gancha” à menina.

Então é assim: Manda a tradição, aqui por Vila Real, que no dia 03 de fevereiro, os rapazes ofereçam a “gancha de S. Brás” às raparigas, como forma de retribuir o “pito de santa luzia” que elas lhes terão oferecido em dezembro.

Desenganem-se e acalmem-se as mentes mais perversas, pois só tratamos aqui das mais puras guloseimas que as tradições fazem perdurar.

Gancha de São Brás
Gancha de São Brás (imagem: Casa Lapão)

Pitos de Santa Luzia
Pitos de Santa Luzia (imagem: Casa Lapão)

A gancha é uma espécie de bengala de açúcar caramelizado que se chupa, enquanto o pito, já se sabe, é um “bolo” recheado com doce de calondro, delicioso, por sinal.

Parece que por aqui, os pitos ainda se dão como antigamente e as ganchas duras, são a melhor das retribuições.

Mas afinal onde terá surgido esta tradição tão peculiar?

Ao que parece, tudo terá surgido com uma tal de Ermelinda, ali para cima, para Vila Nova. Ainda hoje, no dia 13 de dezembro, dia da festa de Sta Luzia, podemos comprar pitos caseiros no adro da igreja. Contudo, qualquer pastelaria de Vila Real vai tendo, ao longo do ano, pitos e ganchas com fartura. (toda a história)

[youtube=http://www.youtube.com/watch?v=w7xmsq0VFAQ&feature=share]

os meus trilhoshttp://osmeustrilhos.pt
Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

Must Read

Moreira de Rei, a guardiã do planalto | Trancoso

Parece impossível que mesmo dentro do nosso concelho de nascimento ainda haja recantos a descobrir. É por isso que viajar é sair...

Penedros da Cabeça, um baloiço no coração da Beira

Em Lamas de Ferreira de Aves o confinamento deu frutos e um filho da terra deu asas à imaginação e construiu em...

Portas do Almourão e o Rio Ocreza

Chegámos às Portas do Almourão num daqueles dias tímidos de junho. Os dias prometiam calor, mas a aragem matinal obrigava a um...

Bogalhal Velho, a maldição das formigas gigantes

Viajar é isto, é sair e parar a poucos quilómetros de casa e descobrir que mesmo aqui ao lado há aldeias perdidas...

Gerês – Os lugares que são de visita obrigatória

O Parque Nacional Peneda-Gerês é um dos locais mais genuínos em Portugal. É um misto de natureza e tradição. O Gerês é...