Início Portugal Faro Folar Algarvio, uma receita para viajar até ao algarve

Folar Algarvio, uma receita para viajar até ao algarve

|

|

|

Nesta quadra pascal, em que nos encontramos confinados em casa, que tal experimentar uma receita nova? Vamos até ao sul, ao Algarve, vamos provar o folar algarvio.

Nem sempre viajar nos leva para além da nossa cozinha. O paladar e os cheiros que invadem a nossa casa aconchegam as memórias e a vontade de viajar acalma-se na passividade dos dias de chuva.

Para iniciar esta série de roteiros gastronómicos, mais a propósito do que celebrar a quadra num passeio cá dentro. Do sul do país, tentamos replicar a receita do folar algarvio que vos deixamos. Já agora, aproveitem e conheçam também a história do Folar Algarvio.

Para facilitar a tradição dando uma ajuda chamamos o nosso recém adquirido robot de cozinha.

Folar algarvio
Folar Algarvio, feito em casa.

 

[ para a massa do Folar Algarvio]

  • 150 g margarina
  • 55 g sumo de laranja
  • 10 g aguardente ou whisky
  • 25 g fermento padeiro fresco
  • 90 g água
  • 600 g farinha c/ fermento
  • 1 c. chá sal

[ para a recheio do Folar Algarvio]

  • 200 g açúcar amarelo
  • 30 g canela
  • Margarina q.b

[ as mãos na massa – preparação do folar algarvio]

1. Coloque numa batedeira ou robot de cozinha a margarina, o sumo de laranja, a aguardente, o fermento e misture até ficar uma massa homogénea. (pode derreter a margarina primeiro)

2. Junte a água, a farinha, o sal e volte a misturar ou amasse até ficar novamente homogénea.

3. Para o recheio do folar algarvio, misture numa taça o açúcar amarelo e a canela. Reserve.

4. Divida a massa em 7 partes iguais. Numa superfície polvilhada com farinha e com ajuda de um rolo, estenda cada parte de massa em forma circular e plana, aprox. 10 cm de diâmetro e 0,5 cm de espessura.

5. Unte generosamente com margarina uma forma ou um tacho de alumínio.

6. Deite no fundo da forma um pouco da mistura do açúcar com a canela e coloque uma folha de massa. De seguida coloque algumas nozes de manteiga e polvilhe com mais um pouco da msitura de açúcar e canela. Repita este passo até terminar a massa, perfazendo 7 camadas.

7. Deixe levedar durante 3 horas, coberto com um pano de lã ou até atingir o dobro do volume.

8. depois de levedado, coloque nozes de margarina na última camada e polvilhe com bastante açúcar e canela. Leve ao forno pré-aquecido a 200ºC cerca de 50 minutos

9. Desenforme o folar ainda quente.

Folar Algarvio

Esperamos que tenham gostado. Há mais receitas aqui no blog para aproveitar a quarentena.

os meus trilhoshttp://osmeustrilhos.pt
Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

5 COMENTÁRIOS

  1. hummmmmmm, folar algarvio…eu sou suspeita, já sabem, mas para mim são os melhores folares de Portugal! o que vocês fizeram é o chamado “folar de folhas” porque é feito em camadas, e tradicionalmente (as minhas bisavós e avó) faziam dentro de tachos que iam ao forno de lenha!mas isso já vocês devem saber….existem também os folares batidos, com o mesmo sabor, mas tipo bolo…acreditem que ainda gosto mais destes! obrigada por esta partilha, fico orgulhosa da minha terrinha 🙂 bjs grandes para os dois***

    • Ritinha,
      Agora que a Páscoa está à porta, vamos meter novamente as mãos na massa. Obrigado pelas tuas palavras. Gostamos muito de experimentar coisas novas, como tu bem sabes. Já que não podemos ir ao Algarve, trazemos um pouco do Algarve até nós. Um beijinho e boa Páscoa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

Must Read

Miradouro da Grota do Inferno, em São Miguel | Açores

O Miradouro da Grota do Inferno (ou da Bocado Inferno), é um dos mais bonitos e impressionantes miradouros da ilha de São...

Cascata do Caldeirão, um segredo bem guardado

A Cascata do Caldeirão é uma cascata (quase) secreta às portas da cidade da Guarda. Mapa, trilho GPS e informações para chegar à cascata.

Cevide, aqui começa Portugal | Melgaço

Em Cevide, perto de Melgaço, encontramos o marco de fronteira n.º 1. Estamos no ponto mais a norte de Portugal. Informação para visitar Cevide

Ilhéu de Vila Franca do Campo, em São Miguel | Açores

O Ilhéu de Vila Franca do Campo é paraíso na Ilha de São Miguel. Neste artigo poderá encontrar informação prática, como visitar e quando ir.

Ilha de São Miguel: Lugares a não perder | Açores

Os lugares mais bonitos da Ilha de São Miguel, nos Açores. Lugares que são de visita obrigatória para quem visita a ilha pela primeira vez.