Miami, cá de cima

|

|

|

Chegamos a Miami.

As vistas cá de cima são absolutamente extraordinárias. Temos de nos contentar com elas, porque, afinal, estamos só de passagem. Há um voo de ligação para apanhar, com direção a Buenos Aires. É verdade que havia voos diretos, mas eram muito, muito mais caros do que esta opção. É mais cansativa, sem dúvida, mas mais barata e é preciso correr o mundo, mas com pouco dinheiro.

miami
Miami Beach from Sky

À saída do avião vimos os nosso nomes escritos num papel vermelho colado na paredeExpress Connection para Buenos Aires, dizia por cima.

Faltavam duas horas para a ligação para Buenos Aires e nós ainda tínhamos de passar pela imigração dos Estados Unidos, recolher as malas, passar pela alfândega e voltar a despachar as malas. É assim que funcionam os aeroportos nos Estado Unidos.  A Express Connection, resolve alguns problemas, mas não resolve tudo e, enquanto esperávamos na fila da imigração, o tempo ia passando e depressa.

Finalmente, carimbo no passaporte e toca a correr para recolher as mochilas. Corremos e passamos a alfândega. Nada a declarar. Corremos e despachamos novamente as mochilas. Está feito. Bem a tempo e o voo está novamente atrasado. Desespero…

Mais desesperante ficou quando à saída do controlo de segurança ouvimos uma voz: “Hei Folks! Stand Still”. Um polícia, bem encorpado, vai mandando parar a multidão. Nós paramos, juntamente com as pessoas à nossa volta. Parecia um jogo. Todos imoveis! A pouco e pouco outros transeuntes se vão juntando à imobilização. Passam os minutos. O polícia fala pelo telefone. Ninguém percebe o que se passa. De repente, sem que se perceba, tudo termina e o polícia manda-nos avanças. Tudo normal e a vida continua. Parece que é assim nos EUA.

Por fim, depois de muitos atrasos e peripécias, lá vamos nós, rumo ao Sul, a caminho de Buenos Aires! Até amanhã.

a bordo-8

 

 

os meus trilhoshttp://osmeustrilhos.pt
Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

Must Read

Moreira de Rei, a guardiã do planalto | Trancoso

Parece impossível que mesmo dentro do nosso concelho de nascimento ainda haja recantos a descobrir. É por isso que viajar é sair...

Penedros da Cabeça, um baloiço no coração da Beira

Em Lamas de Ferreira de Aves o confinamento deu frutos e um filho da terra deu asas à imaginação e construiu em...

Portas do Almourão e o Rio Ocreza

Chegámos às Portas do Almourão num daqueles dias tímidos de junho. Os dias prometiam calor, mas a aragem matinal obrigava a um...

Bogalhal Velho, a maldição das formigas gigantes

Viajar é isto, é sair e parar a poucos quilómetros de casa e descobrir que mesmo aqui ao lado há aldeias perdidas...

Gerês – Os lugares que são de visita obrigatória

O Parque Nacional Peneda-Gerês é um dos locais mais genuínos em Portugal. É um misto de natureza e tradição. O Gerês é...