Início Europa Espanha E tu, já viste os desfiladeiros do Rio Sil

E tu, já viste os desfiladeiros do Rio Sil

|

|

|

Já tinha ouvido falar do Rio Sil. Ainda assim, há alguns meses, se me tivessem perguntado para o localizar num mapa, teria, de certeza, chumbado no teste.

Depois de curvas e contracurvas, chegámos a Parada del Sil já perto da hora de almoço. Estacionámos ao lado de um parque de merendas e calçámos as botas. Sob o sol forte dos primeiros dias da primavera fizemos os poucos kms que ligam a pequena aldeia aos famosos miradouros, os Balcones de Madrid.

Cañones del Rio Sil - 1

Bem, as vistas daqui de cima são assombrosas. Aqui, quase no fim do seu curso, o Rio Sil mostra todo o seu poder. Com uma força sobrenatural, rasga o duro granito e cava fundo um desfiladeiro medonho…

O Rio Sil nasce em La Cueta, na Província de León (Galiza) a 1.980 metros de altitude e desagua no Rio Minho de quem é o principal afluente.

Ao longo dos seus 228 km, o Rio Sil percorre diversas províncias galegas. Atravessa vales e montes, terras desconhecidas e outras mais de renome.

Cañones del Rio Sil - 2

Se agora as paisagens naturais são o grande atrativo do Rio Sil, outrora foram os garimpeiros e, antes deles, os romanos que nestas águas vieram em busca do metal dourado. Foi chamado o rio da areia dourada.

Os romanos aproveitaram as águas do Sil para alimentarem a máquina de extracção de ouro que funcionou na zona do “Bierzo”, em Lás Médulas, hoje património mundial da Unesco.

Cañones del Rio Sil - 4

Andámos por ali uma boa meia hora. Observamos o vai e vem de pessoas que posam para as fotos. Também demos uso à canon. Fizemos umas quantas fotos que deram origem à panorâmica que publicámos no início deste post. O sol continuava forte e a barriga a dar horas. Regressámos à aldeia, tranquilamente, entre centenas de castanheiros milenares. Preparámos a merenda e almoçámos mesmo por ali.

Cañones del Rio Sil - 3

Qual o melhor sítio para ver o desfiladeiro do Rio Sil?

Apesar de existirem diversos miradouros para apreciar o desfiladeiro do Rio Sil, o mais famoso é o chamado “Balcones de Madrid” ou “Os Torgás”.

Como chegar?

De Ourense, seguir pela estrada OU-536, durante aproximadamente 30km. Na aldeia de Vilariño Frío virar à esquerda em direção à aldeia de “Parada del Sil”. Aqui chegados, existe uma estrada asfaltada que nos leva diretamente aos miradouros. Contudo, se deixar o carro na aldeia pode, seguindo a Ruta de Sta Cristina, chegar aos miradouros em pouco mais de 20 min. É só seguir as placas.

Clicar para ver um mapa completo no Google Maps.

Cañones del Rio Sil - 6

Cañones del Rio Sil - 5

os meus trilhoshttp://osmeustrilhos.pt
Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Olá, somos o Sérgio e a Sandra (e agora também o pequeno Simão). Costumamos dizer que "somos viajantes a tempo inteiro e juristas nas horas vagas". Mas somos, acima de tudo, apaixonados pelo mundo, pelas viagens... sejam elas curtas ou longas. É da Guarda, a cidade dos cinco f's e por sinal a mais cidade mais alta, que procuramos abolir fronteiras. Com mochila às costas e botas calçadas venham connosco, entrem em autocarros apinhados, comboios eternos e estradas lamacentas… Tudo sobre nós >>>

Must Read

Moreira de Rei, a guardiã do planalto | Trancoso

Parece impossível que mesmo dentro do nosso concelho de nascimento ainda haja recantos a descobrir. É por isso que viajar é sair...

Penedros da Cabeça, um baloiço no coração da Beira

Em Lamas de Ferreira de Aves o confinamento deu frutos e um filho da terra deu asas à imaginação e construiu em...

Portas do Almourão e o Rio Ocreza

Chegámos às Portas do Almourão num daqueles dias tímidos de junho. Os dias prometiam calor, mas a aragem matinal obrigava a um...

Bogalhal Velho, a maldição das formigas gigantes

Viajar é isto, é sair e parar a poucos quilómetros de casa e descobrir que mesmo aqui ao lado há aldeias perdidas...

Gerês – Os lugares que são de visita obrigatória

O Parque Nacional Peneda-Gerês é um dos locais mais genuínos em Portugal. É um misto de natureza e tradição. O Gerês é...