2019. As viagens e o primeiro ano completo do Simão

0
272

Estamos mesmo mesmo a terminar o ano de 2019 e 2020 está a chegar! Não somos dados a balanços ou resoluções, mas 2019 foi o primeiro ano completo do Simão na nossa vida. Regressámos por completo ao trabalho e algumas rotinas começaram a traçar-se e achamos ser esta uma boa oportunidade para rever o ano que termina.

Olhamos para trás e perguntamos como o tempo correu rápido e a nosso favor. O miúdo portou-se à grande e não teve grandes maleitas, pelas que as férias que tínhamos ainda por gozar foram aproveitadas ao máximo. Esticámos, conjugámos e viajamos bastante.

Ao contrário do que nos vaticinaram nos piores prenúncios da parentalidade, não passamos a viajar menos e, pasmem-se, em 2019 viajamos ainda mais! Viagens mais adaptadas e convenientes, mas algumas, aproveitando alguns destinos obrigatórios e adequados a bebés.

As vistas do anfiteatro funchalense, no Funchal. Madeira

Bem sabemos que isso pouco se traduziu na actividade deste blog, mas isso é já conversa para outro tópico sobre falta de tempo e de como algumas noites mal dormidas nos tolhem a criatividade e reduzem a disponibilidade. Tópico que ficará lá para as calendas, uma vez que pouco nos sobra para escrever sobre o melhor que vamos tendo, todo o menos bom fica para sempre esquecido, sem transposição em post.

Mas pronto,vimos pelo presente, provavelmente último post de 2019, fazer uma curta recensão do nosso ano, acompanhado sempre pelo mais novo blogger de viagem, estreado em 2018, 2019 fez do Simão um inveterado viajante.

Janeiro e fevereiro foram meses calmos, mas em março lá embarcamos para a primeira viagem de avião do Simão. Lanzarote foi o destino, calmo e tranquilo e relativamente próximo. E se mais quiseram saber vejam este Post: Lanzarote, viagem à ilha forjada pelo fogo.

O Sérgio a mostrar a ilha de La Graciosa ao pequeno Simão. Vistas desde o Mirador del Rio, em Lanzarote

Em abril rumámos a Estarreja e também vos contamos aqui o nosso fim de semana, a descobrir a Bioria e a sua natureza ímpar. Mas em casa ficaram já quase feitas as malas para a próxima Ilha, a Madeira. Um destino já demasiadas vezes adiado. Escrevemos pouco, mas se quiserem rever cliquem aqui… Aproveitámos a sexta feira santa e o 25 de abril percorremos a ilha de lés a lés. O Simão dormia no carro e nós seguíamos viagem até a próximo destino.

As paisagens lagunares da Ria de Aveiro

Em junho o Simão teve direito a tratamento VIP em Melgaço e acompanhou a Pegada Verde, podem ver tudo o que escrevemos aqui. Antes de regressarmos à Guarda, fizemos uma paragem no Gerês para explorar um trilho espetacular em Pitões da Júnias,

Ainda em junho, casaram os tios e lá fomos nós de carro até à Catalunha e no propósito visitamos os Pirenéus e algumas tesouros escondidos de Aragão que ainda vos havemos de contar. Ficámos maravilhados com Burgo de Osma e Jaca só lamentamos ter sido tão rápido e a fugir da vaga de calor que nos perseguia e que até no centro dos Pirenéus derretia.

Nas Margens do Rio Douro, em Soria (Espanha)

Já em julho tiramos umas selfies nos Castelo de Ourem a pretexto do casamento de outros queridos amigos.

Chegava o pico do Verão e lá fomos molhar o dedo grande do pé à água gelada da Figueira da Foz, foi um curto fim de semana, mas que deu para comer um gelado e passear na avenida até nos doerem os pés.

Iniciámos setembro com outros ilustres homónimos no encontro de bloggers de viagens na Covilhã. Calcorreamos as vielas da cidades e demos um salto à Serra da Estrela.

E é em setembro que os trilhos nos levam à Irlanda e a 15 dias de descoberta da llha esmeralda. Alugámos carro e viajamos, muitas vezes também ao sabor das sestas do mais novo. As abertas permitiram aproveitar as mais belas paisagens, o verde é inebriante, as estradas sinuosas, algumas vilas parecem saídas de um clássico de Dickens. Se quiserem ver o nosso roteiro pela Irlanda do Norte, está todo aqui. É verdade, foi na Irlanda que o Simão começou a caminhar como um homem 🙂

Drombeg Stone Circle, na Irlanda

Terminamos a estação no Algarve, a Praia da Oura foi a nossa casa durante 5 dias, e apesar do avançado da época o tempo convidou a praia e muito passeio. Albufeira vibrava ainda e os turistas e a rua da Oura iluminava-se no final de cada dia para uma caminhada ladeada de sotaques, parecendo muitas vezes que não tínhamos deixado ainda a Irlanda.

Uma caminhada pela Lagoa dos Salgados, no Algarve

Pelo meio do anos tivemos pequenas caminhadas, desvios, visitas familiares que tornaram o nosso 2019 dos mais viajados de sempre. Partilhámos momentos com amigos e família, celebrámos e vivemos.

Uma das atividades que mais gostamos de fazer em família: apanhar cogumelos 🙂

Sabemos que não temos férias parideiras, nem tão pouco hermafroditas e que 2020 nos trará tão só 22 dias úteis, mas vamos já analisar o calendário para encontrar as melhores pontes. Aceitamos sugestões de viagens em comentário a este post 🙂

Que 2020 nos traga mais e boas viagens! Até já.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here